Por que fico com as mãos dormentes enquanto durmo?

Mai 25, 2022 | CURIOSIDADES, SAÚDE | 0 comments

Alguma vez se despertou a meio da noite e tinha as mãos dormentes? A verdade é que despertar-se com as mãos dormentes não é assim tão estranho: muitas pessoas já passaram por essa sensação de ter a mão dormente em algum momento. Ainda assim, é possível que se pergunte: por que fico com as mãos dormentes enquanto durmo?

Dormir numa posição que exerça pressão sobre o braço ou a mão é uma causa comum de dormência e sensação de formigueiro, que deveria desaparecer pouco depois de se despertar, ou ao mudar de posição, ainda que esta não seja a única possibilidade.

Por que fico com as mãos dormentes enquanto durmo?

Ter as mãos dormentes poderia ser um sinal de um problema de saúde subjacente, pelo que, se é algo que lhe acontece frequentemente, não hesite em consultar com um profissional de saúde e explicar-lhe os seus sintomas. 

Ainda assim, explicamos-lhe algumas das possíveis causas que podem levá-lo a despertar-se com as mãos dormentes:

Síndrome do túnel do carpo

A síndrome do túnel do carpo é causada pela pressão no nervo mediano do túnel do carpo, tal como explica a Clínica Mayo. O túnel do carpo é uma zona da palma da mão rodeada de ossos e ligamentos. Quando o nervo mediano é comprimido, os sintomas podem incluir formigueiro, dormência e debilidade no braço e na mão. Também pode acontecer uma fraqueza na força de preensão.

Os movimentos repetitivos das mãos, como utilizar maquinaria ou escrever à mão, podem originar este problema, assim como a obesidade, ou um traumatismo no pulso. 

Síndrome do desfiladeiro torácico 

O desfiladeiro torácico é o anel formado pelas costelas superiores, mesmo por baixo da clavícula. A síndrome de compressão do desfiladeiro torácico (TOS, na sua sigla em inglês) acontece quando os nervos ou os vasos sanguíneos são comprimidos pelas costelas, pela clavícula ou pelos músculos do pescoço, na parte superior do desfiladeiro. 

A dormência no antebraço, nos dedos e na mão são sintomas comuns de compressão nervosa, que também podem causar dor em partes do pescoço, do braço, do ombro ou da mão. 

Espondilose cervical (pescoço)

A espondilose cervical é comummente causada pelo desgaste diário dos discos espinhais do pescoço. Com a idade, isto pode trazer sinais de osteoartrite, como esporões ósseos e discos protuberantes. 

Ambos podem estreitar o espaço na coluna cervical e exercer pressão sobre uma raiz nervosa ou a espinal medula, causando dormência e formigueiro nos braços e nas mãos. 

A espondilose cervical também pode causar dormência nos pés e nas pernas, assim como rigidez e dor no pescoço.

Neuropatia periférica 

A neuropatia periférica refere-se a várias condições que envolvem danos no sistema nervoso periférico, o qual recebe e envia sinais entre o sistema nervoso central e o resto do corpo.

Existem mais de 100 tipos de neuropatias periféricas, e os sintomas dependem dos nervos afetados. Estes sintomas podem incluir, tal como afirma a enciclopédia Medline:

  • Dor e dormência: o formigueiro ou ardor nos braços e pernas pode ser um sinal inicial de danos neurológicos. Estas sensações costumam começar nos dedos dos pés e nos pés, mas também se pode chegar a perder a sensibilidade nos braços. 
  • Problemas musculares: os danos neurológicos podem dificultar o controlo dos músculos, assim como causar fraqueza muscular. 
  • Outros problemas, como problemas para digerir alimentos. 

Diabetes mellitus

A diabetes mellitus é uma enfermidade crónica que provoca níveis elevados de açúcar no sangue. Acontece quando o corpo não responde à insulina de maneira efetiva, ou não é capaz de produzir quantidades suficientes. 

Aproximadamente metade de todas as pessoas com diabetes sofrem de algum tipo de dano nos nervos, incluindo a neuropatia periférica e a síndrome do túnel do carpo, que podem causar dores, fraqueza nas mãos e dormência.

Postura para dormir

A pressão nas mãos, produzida pela postura que se utiliza na hora de dormir, é uma causa muito provável para se despertar com as mãos dormentes. Pode acontecer quando se está a dormir sobre o braço ou a mão, ou numa posição que exerça pressão sobre um nervo. A falta temporária de fluxo sanguíneo pode causar este formigueiro ou dormência. 

Se acredita que lhe podem estar a dormir as mãos devido a alguma destas causas subjacentes, não hesite em consultar-se com o seu médico, para saber o que poderá fazer, de modo a resolver esse problema. Mesmo que não sofra de nenhum problema de saúde, o mais provável é que tenha necessidade de fazer uma mudança na sua postura, ou então avaliar se o seu colchão está demasiado velho para o ajudar a manter uma postura cómoda. Descansar é vital para a nossa saúde!