Como o calendário lunar afeta o nosso descanso?

Jul 12, 2021 | INFORMAMOS-TE | 0 comments

O stress. A ansiedade. Os projetos laborais. O choro do nosso recém-nascido. Os ruídos dos vizinhos. Nem todos os estímulos externos que nos atrapalham o sono são tão correntes e de todos os dias. Existe outro fator ao qual não prestamos tanta atenção como o faziam os nossos antepassados, e que é parte importante do nosso descanso. Como nos afeta o calendário lunar?

A Lua, sua luz, e a influência no descanso

Ainda que a tecnologia nos tenha ajudado a levar uma vida melhor, existem certas reminiscências do passado às quais poderíamos prestar mais atenção hoje em dia. São fatores que não temos em conta, porque nem sequer sabemos que têm influência, mas eles estão aí. Um dos exemplos: a Lua.

Desde há centenas de anos, os seres humanos do passado usavam o ritmo da Lua e a sua luz para organizar a sua vida. Utilizavam-na como um relógio, para assim se poderem situar no tempo. Ou como um medidor, para fixar os períodos de semear, e de colher. Em definitivo, a Lua era uma espécie de talismã todo-poderoso, cujos conhecimentos faziam os nossos antepassados viver mais alinhados com as outras pessoas, e com a própria natureza.

Se os nossos antepassados utilizavam a Lua como relógio, é óbvio pensar que aproveitavam os diferentes ciclos lunares para descansar e dormir, de uma maneira ou outra. E estamos corretos em pensá-lo. Antigamente, aproveitava-se a fonte natural de luz emitida pela Lua, e os seus ciclos, para estabelecer certos padrões. Um dilema polémico, que hoje em dia ainda é debatido pela ciência.

Enquanto alguns cientistas assinalam a importância da Lua como fonte de luz noturna, outra base académica não lhe encontra o mesmo sentido. Mas se nos cingirmos aos mais crentes, veremos como nos explicam que a luz artificial influi no nosso relógio biológico, e nos ritmos circadianos. E a luz lunar não é uma exceção: provoca-nos mais sono durante a noite e, segundo os seus ciclos, dormiremos mais em alguns períodos do que em outros.

Os ciclos lunares e o sono

Tomando como referência este estudo publicado pela revista Science Advances, a Lua tem sim uma influência nos nossos ritmos circadianos, pelo que poderíamos atender aos diferentes ciclos lunares para entender como descansaremos durante esses períodos:

Lua nova

O sono durante este ciclo lunar, o primeiro de todo, costuma ser inquieto, ligeiro, e com muita atividade onírica. Segundo marcam as leis da Lua nova, está por norma associada aos princípios, às novas notícias, e às histórias que estão por começar. Daí que se costuma sonhar com gravidezes, o sono seja muito mais ligeiro, e com tendência a despertar-se bastante durante a noite. Porém, estes micro-despertares não terão influência na energia do dia seguinte, pois teremos de sobra para encarar todos os projetos que temos pela frente.

Lua crescente

Após a fase da Lua nova, e os inícios que promove, chega o momento da confirmação. A Lua crescente é sinónimo de consolidação. De aprofundar todos esses projetos, que se foram originando na fase anterior. Fruto do maior cansaço, e de estar sob a influência de uma Lua crescente, o nosso sono também aumentará. E fá-lo-á para poder ganhar em energia. Além disso, e apesar de estar numa Lua mais iluminada, dormiremos mais, e com melhor qualidade de sono. No que diz respeito ao conteúdo dos próprios sonhos, encontraremos um tipo de sonhos mais motivadores e impulsionadores.

Lua cheia

A Lua mais característica, poética e simbólica. A Lua Cheia, que sempre serviu de inspiração literária, é a que pior qualidade de sono tem associada. ¿E como o faz? Nos fará dormir mais tarde, teremos menos cansaço noturno, estaremos mais inquietos, e inclusive acordaremos mais cedo do que o habitual. Irá promover um sono mais ligeiro, agitado, nervoso e, naturalmente, com mais tendência a ter pesadelos.

A respeito deste último ponto, os temas dos pesadelos que vamos sofrer vão oscilar entre conflitos emocionais que nos fazem sofrer, e os mais típicos, que parecem saídos de um filme de terror: sangue, mortes, fantasmas…

Lua minguante

Poderíamos pensar que a Lua minguante é o final do ciclo lunar. Porém, atendendo ao significado primário da palavra ciclo, nos encontramos com uma espécie de círculo. Algo que não tem fim. ¿Que influência terá isto no nosso descanso? Sonharemos mais em abstrato, com elementos mais difíceis de interpretar, e mais profundos. Por isso, o nosso descanso será também mais intenso, dormindo mais horas do que o normal.