Tratamento natural para a apneia do sono

Out 23, 2021 | ACONSELHAMOS-TE, SAÚDE | 0 comments

A apneia do sono é uma doença caracterizada por períodos de respiração anormal durante o sono. Quem a sofre tem múltiplas pausas prolongadas na respiração enquanto está a dormir.

As pessoas que sofrem com este transtorno do sono têm múltiplas pausas prolongadas na respiração enquanto dormem. Estes lapsos respiratórios temporais fazem com que durmam pior, e afetam também o abastecimento de oxigénio ao corpo. Isto leva a consequências potencialmente graves para a sua saúde.

Como é lógico, este transtorno necessita ser tratado por profissionais de saúde. Cada pessoa necessita de um tratamento específico, definido por um médico. Mas, ante este problema, há que perguntar…. Existe um tratamento natural para a apneia do sono?

Quão comum é este transtorno?

Segundo a Sociedade Espanhola de Sono, em Espanha estima-se que existam entre 5 e 7 milhões de pessoas que sofrem de apneia do sono, dos quais entre 1.200.000 e 2.150.000 são portadoras de uma síndrome de apneias e hipopneias do sono relevantes. Isto transforma esta doença num problema muito importante de saúde pública.

Regra geral, parece ser um transtorno que afeta em maior escala a homens do que a mulheres, e existem fatores de risco associados ao seu aparecimento.

Fatores de risco associados ao aparecimento da apneia de sono

Existem certos fatores de risco que podem levar a um aumento da probabilidade de sofrer de apneia do sono, ainda que se poderia dizer que a apneia é, em si mesma, o resultado da interação de distintos fatores funcionais, genéticos, anatómicos e neuronais.

  1. Obesidade: é o fator de risco principal. Avalia-se pelo índice de massa corporal, e estima-se que entre uns 60 e uns 70 por cento dos que sofrem apneia do sono, sofram deste problema.
  2. Sexo: a prevalência nos homens é de 1,5 a 3 vezes mais do que nas mulheres.
  3. Idade: é mais provável que este problema apareça nas pessoas com mais de 70 anos, em comparação com as pessoas que têm entre 40 e 70 anos.

Outros fatores de risco incluem a ingestão de álcool e tabaco, a privação de sono, a disposição genética…

Sintomas mais comuns associados à apneia do sono

Alguns dos sintomas que parecem mais habituais neste problema são alguns como:

  • Os roncos intensos.
  • A excessiva sonolência diurna.
  • O sono não reparador.

Outros sintomas, algo menos habituais, mas igualmente possíveis, são:

  • Irritabilidade.
  • Cefaleia matinal.
  • Noctúria.
  • Secura orofaríngea.
  • Perda de memória.

Há quem também possa sofrer de enurese e diminuição da libido quando aparece este transtorno.

Tratamento natural para a apneia do sono

Tratamento

O tratamento da apneia obstrutiva do sono pretende reverter os sintomas e sinais desta enfermidade e, com isso, permitir que o paciente desfrute de uma maior qualidade de sono. Em geral, recomenda-se, para tratar esta enfermidade, diminuir os fatores de risco que agravam a apneia em si.

O tratamento natural da apneia do sono

Dentro do tratamento da apneia do sono, é sugerido levar a cabo certas medidas comportamentais e higiénico-dietéticas, que se podem entender como um tratamento natural. Estas são as seguintes:

Abstenção do consumo de álcool e tabaco

No que ao álcool diz respeito, esta substância pode agravar uma apneia já existente, pelo que é recomendável evitá-lo. No que diz respeito ao tabaco, parece que os fumadores teriam um maior risco de sofrer apneia do sono, pelo que deixar de fumar seria o melhor para tratar este transtorno. 

Higiene do sono

A higiene do sono é uma parte crucial do tratamento da apneia. Esta consistiria em garantir um ambiente adequado e propício, que favoreça e mantenha o sono, assim como assegurar uns níveis de ruído e temperatura adequados.

Tratamento postural

Há quem sofra de apneia do sono principalmente devido à postura que adota ao dormir. A postura em decúbito dorsal (ou, por outras palavras, de barriga para cima), é a que mais provoca os sintomas de apneia do sono. É por isso que, diante desta enfermidade, se recomenda dormir de lado.

Perda de peso

Dado que um dos principais fatores de risco da apneia do sono, é a obesidade, a perda de peso é fundamental para tratar a apneia do sono. Neste caso, o médico pode recomendar alterações concretas nos hábitos alimentares, segundo a pessoa, assim como recomendar a prática de exercício físico de forma regular.

No que diz respeito ao resto de medidas para tratar este transtorno do sono, entre elas poderia encontrar-se a prótese de avanço mandibular, o tratamento cirúrgico, ou a pressão positiva contínua sobre a via aérea. Em qualquer caso, é fundamental consultar um profissional, quer se suspeitamos da presença de algum sintoma, quer se não temos a certeza de qual é o melhor tratamento para o nosso caso.

Por nossa parte, apenas lhe podemos dizer que tente melhorar o seu descanso, utilizando um bom colchão. Lembre-se que isto não é nenhum disparate; pode fazer toda a diferença!