Sonolência: A consequência dos seus problemas de sono

Out 28, 2021 | ACONSELHAMOS-TE, SAÚDE | 0 comments

A sensação de nos despertarmos e sentir que estamos esgotados é algo comum, que costuma acontecer, se nos custou adormecer pela noite. Quando não descansar o suficiente se converte em algo habitual, pode passar fatura no nosso dia a dia, já que podemos sofrer com problemas de distração, apatia, e falta de vontade para fazer as nossas tarefas diárias.

Nestes casos, costuma ocorrer que nos sentimos algo letárgicos e sem forças, para enfrentarmos as nossas obrigações. A sonolência provoca-nos uma sensação de cansaço que nos faz bocejar repetidamente e, da mesma maneira, o nosso ritmo habitual vai desacelerando.

Para que o sono tenha a qualidade suficiente, é necessário que seja continuado e profundo. É que a falta de sono costuma ter impactos nocivos na nossa saúde, tanto física, como mental. A tendência para cair no sono e adormecer pode ser o principal sintoma de algumas patologias, já que se corre maior risco de sofrer enfermidades cardiovasculares, diabetes e depressão, entre outras.

Noutras ocasiões, a sonolência produz-se pela ingestão de determinados medicamentos, o consumo de álcool, ou por enfermidades próprias do sono, como a narcolepsia, ou as apneias. Por outro lado, os turnos de trabalho variáveis também influem consideravelmente na obtenção ou não de um descanso adequado.

Não obstante, a causa mais frequente da sonolência costuma ser não dormir as horas recomendadas suficientes. Quer conhecer as consequências de sofrer de sonolência?

Consequências da sonolência

A sonolência é uma sensação continuada de sono, que traz problemas para permanecer desperto. Por isso, é muito importante vigiar a qualidade do mesmo, porque é uma necessidade fisiológica que devemos cuidar, da mesma forma que se aconselha fazê-lo com a alimentação e o exercício físico.

Perda de concentração

Segundo estudos científicos, se descansarmos corretamente, será difícil irmos dormir em qualquer momento do dia. Isto acontece pelo fato de que não estamos programados para o fazer, já que os níveis de melatonina que regulam os ciclos do sono aumentam pela noite.

No entanto, quando necessitamos dar um “cochilo”, e notamos que temos de fazer um esforço extra para manter os olhos abertos, é porque dormimos menos do que o nosso corpo necessita.

Sonolência: A consequência dos seus problemas de sono

Geralmente, nos casos em que não descansamos o suficiente, a nossa atenção diminui, temos perdas de memória, e pode até afetar as nossas tomadas de decisões importantes.

Afeta o estado de ânimo

A falta de sono pode influir no nosso carácter, gerando uma sensação de desconforto e falta de energia. É que dormir é uma função biológica durante a qual se ativam processos neurológicos relacionados com a memória, a aprendizagem, e o processo metabólico.

É durante a noite que se produz o processo de regeneração de tecidos, tanto cerebrais, como físicos. Se o descanso não é suficiente, não haverá uma recuperação correta, e isso pode afetar em grande medida o nosso estado de ânimo.

Muitas vezes confundem-se os estados de ânimo com a falta de sono. Por esse motivo, é possível parecer uma pessoa apática ou mal-humorada, quando na realidade se trata de uma reação a uma falta de descanso continuada.

Influi no nosso rendimento

A sonolência afeta gravemente as atividades que requerem uma certa concentração, como as relacionadas com os transportes de pessoas ou mercadorias, e as que dizem respeito à manipulação de substâncias ou maquinarias perigosas.

A investigação realizada a este respeito demonstra que o rendimento dos trabalhadores com e sem problemas de sono varia substancialmente. Assim, a estatística indica que os que sofrem de falta de sono podem chegar a ter problemas de concentração, organização e, sobretudo, de baixa produtividade. Além do mais, a sonolência pode estar por trás da origem de muitos acidentes de trabalho.

Se sofre com este problema, aconselhamos que realize algum exercício de relaxamento antes de ir dormir. Qualquer atividade que consiga libertar o stress pode ajudá-lo a adormecer mais facilmente. Praticar algo de exercício, ou dedicar uns minutos à leitura, também poderiam ser uma excelente ajuda.

Em qualquer caso, é importante recordar que os nossos colchões necessitam ser substituídos cada determinado tempo e, em muitas ocasiões, podem ser a causa de não desfrutar de um bom descanso. Esperamos por si, na Maxcolchon!