Porque é que as pernas ficam dormentes e como evitá-lo?

Jul 5, 2019 | CONSELHOS, DESCANSO, PROBLEMAS FÍSICOS, SAÚDE

Depois de muito tempo na mesma posição, pode sentir um formigueiro desconfortável nas pernas. Esta sensação de dormência é cientificamente conhecida como parestesia. Você provavelmente questiona-se sobre por que é que as suas pernas adormecem e vai se surpreender ao saber que pode ser um sintoma de distúrbio do sono.

Antes de aprofundarmos o porquê das pernas adormecerem, temos de saber como este desconforto nos afecta.

A parestesia é uma condição médica caracterizada pela perda de sensibilidade ou dormência das extremidades. Isso se manifesta quando uma pressão contínua é exercida sobre um nervo. Isto reduz a circulação de sangue e oxigénio através da área afectada, impedindo a emissão de sinais de impulso.

As pernas ficam dormentes quando é exercida pressão excessiva sobre um determinado nervo, reduzindo a circulação de sangue e oxigénio na área afectada

Embora seja geralmente um desconforto temporário, há pessoas que podem sentir este formigueiro permanentemente. Neste caso, será essencial consultar um especialista.

Causa por que você pode estar sofrendo de pernas adormecidas

Aqui estão algumas respostas para a pergunta de por que as pernas adormecem, assim você pode aprender mais sobre esta condição.

  • Ataques de pânico e más posturas.
  • Hiperventilação. Os pacientes que passam por este evento podem experimentar parestesia alguns minutos após a ocorrência da hiperventilação.
  • Desidratação e deficiência circulatória.
  • No caso da parestesia permanente, as causas podem ser esclerose múltipla, acidentes cerebrovasculares, lesões nervosas subjacentes ou encefalite.
  • Síndrome das pernas inquietas.

Esta última causa será discutida um pouco mais em profundidade, pois é uma desordem comum.

Síndrome das Pernas Inquietas

É uma condição que pode causar formigamento e está directamente relacionada com o tempo de descanso.

Este distúrbio cria a necessidade de mover as pernas com frequência. Na maioria das vezes é acompanhada por parestesias desconfortáveis e dolorosas na parte inferior do corpo. Tanto a parestesia como a necessidade de mover as pernas pioram quando a pessoa está em repouso. No entanto, o seu alívio é quase imediato quando andam.

A síndrome das pernas inquietas ocorre mais frequentemente entre a vigília e o sono, quando uma pessoa ainda é incapaz de adormecer. Estes episódios são mais comuns nas primeiras horas da manhã ou no início da noite. Embora as parestesias sejam mais comuns nas pernas, também podem ocorrer nos braços e nas mãos. 

É um distúrbio do sono que é mais evidente em mulheres e adultos mais velhos. Deve saber que mais de 50% dos casos são de origem hereditária. Para ser tratado, será necessário consultar um especialista.

Dicas para aliviar a parestesia

Agora que sabemos por que as pernas adormecem, é hora de falar sobre algumas medidas que você pode aplicar para aliviar esse desconforto:

  • Durante a noite, a melhor maneira de evitar e aliviar o formigueiro é dormir com as pernas ligeiramente elevadas. Você pode usar um travesseiro ou almofada para conseguir isso.
  • Faça uma rotina de exercícios ou atividade física antes de ir dormir.
  • Movimente-se e evite manter as pernas cruzadas ou na mesma posição por muito tempo.

Ao seguir estas dicas você não só evitará a sensação desconfortável de dormência, mas também terá um descanso melhor.