Os melhores colchões de molas para 2021

Fev 5, 2021 | INFORMAMOS-TE

Abafados pelos modelos fabricados de viscoelástica e látex, os colchões de molas vão voltar a dar luta este ano. Muito duráveis, com alta respirabilidade (essencial para os utilizadores mais calorosos) e um ótimo acompanhamento aos movimentos naturais do corpo.

Os melhores colchões de molas para 2021

Colchão Prince, a maior firmeza num colchão de molas

Se tivéssemos que definir numa única frase o que lhe oferece o facto de dormir num colchão Prince, diríamos o seguinte: os maiores níveis de firmeza e respirabilidade que pode encontrar no mercado. Assim tão completo é este modelo.

O colchão Prince é firme, respirável, ergonómico e combina 2 cm de viscoelástica com 2,5 cm de SGM, facto que lhe confere uma maior firmeza, aliada com a alta resiliência, geram um efeito rebote que reduz a pressão. Tudo isto envolto num excelente desenho perfilado com aqueles 2 centímetros de viscoelástica em ambos os lados (o que nos obriga a girá-lo periodicamente para manter o seu melhor desempenho). Duas faces úteis e independência de leitos para que o seu parceiro (ou você) não perca a qualidade no descanso.

Colchão Saori, para se libertar das pressões diárias

O colchão Saori, feito de molas ensacadas, é a combinação mais equilibrada de respirabilidade, resistência e adaptabilidade. E consegue isto graças ao que proporciona a viscoelástica usada na sua fabricação. Por um lado, as molas garantem aquele nível de respirabilidade e resistência tão típico. Por outro lado, a viscoelástica é sinónimo de adaptabilidade.

Este modelo altamente competitivo e adaptável também oferece um recurso muito necessário nos tempos de hoje: a redução da pressão enquanto dormimos e um efeito de descontraturante que também melhora a circulação sanguínea. E consegue isto graças à sua recepção suave e gradual, em parte aumentada pelo material de viscoelástica. Um sono sem micro-despertares, contínuo e reconfortante.

Colchão Everest, a soma de frescura e descanso

O colchão Everest tem umas prestações que fazem juz ao seu próprio nome. Com um nível médio-alto de respirabilidade, estamos a falar de um modelo que proporciona uma frescura muito sugestiva que o torna num colchão perfeito para todos aqueles utilizadores que sofrem com o calor e tendem a transpirar durante o descanso. Mas ainda há mais.

Esta respirabilidade máxima vem acompanhada por um tecido Ecolife, que se destaca por agregar evolução tecnológica com sustentabilidade e respeito pelo meio ambiente. Além disso, o modelo Everest garante uma firmeza média-alta, com alta resiliência, absorção de movimentos e a necessária independência dos leitos (para poder dormir melhor a dois).

Como pode ver, um colchão ergonómico, que respeita o meio ambiente, perfeito para partilhar com o seu parceiro e, acima de tudo, para desfrutar nos dias mais quentes do verão.

Colchão Aspen, o colchão que veio do futuro para nos fazer descansar no presente

O que podemos dizer de um colchão feito de molas ensacadas, reforçadas com látex natural (o que lhe confere qualidades higiénicas e sustentáveis), com uma firmeza macia e muito resistente, um elevado nível de respirabilidade e uma vida útil acima da média? Exatamente, um colchão do futuro. Uma quimera. Uma distopia. Mas não, você está errado. Ele existe e chama-se Colchão Aspen.

O colchão de molas Aspen garante o nível máximo de respirabilidade que só os modelos assim conseguem, mas acompanhado de toda a naturalidade que o látex oferece. Além disso, estamos a falar de um produto que responde ao utilizador com um toque suave com uma recepção macia e fofa. E, obviamente, a resistência que só uma composição feita em tecido ecológico poderia conseguir

Como ponto extra, e retomando o seu conceito sustentável e ecologicamente correto, o colchão Aspen é fabricado com materiais reciclados.