Mindfulness para dormir: O segredo para um sono reparador

Mai 11, 2021 | ACONSELHAMOS-TE, MELHORA O TEU DESCANSO

O mindfulness faz referência ao que também é conhecido como “atenção plena”, e é uma técnica que foi adotada das tradições budistas. De certa forma, consiste em treinar a atenção para estar consciente do presente.

Também pode ser considerada como uma capacidade humana básica e universal (isto é, à qual todos podem aceder) que consiste na possibilidade de estar atento aos conteúdos da mente de forma constante.

Esta técnica pode ser especialmente útil para que a nossa consciência relaxe e, assim, deixe de lado os julgamentos que possam surgir sobre os nossos sentimentos, pensamentos ou sensações. É por isso que este tipo de prática pode ser a ideal para conseguir ou manter o sono.

O mindfulness para dormir: Funciona?

São muitos os truques e técnicas diferentes conhecidos para o ajudar a adormecer mais rapidamente. No entanto, existem certos métodos que são mais úteis do que outros, como o mindfulness, que foi cientificamente comprovado como sendo útil para adormecer.

Concretamente, um ensaio clínico conduzido pela equipa do Dr. David S. Black em 2012 na University of Southern California mostrou que a meditação constante ou mindfulness melhorava significativamente a qualidade do sono.

Outro estudo da Universidade de Stanford conduzido em 2009 descobriu que, graças ao Mindfulness, as pessoas adormeciam duas vezes mais rápido. E, como estas, outras pesquisas produziram os mesmos resultados sobre os benefícios do mindfulness para dormir.

Como utilizar o mindfulness para dormir?

Agora que já sabe que o mindfulness pode ser uma grande ajuda para dormir, só precisamos de saber como o praticar para nos ajudar no nosso descanso. A primeira coisa a ter em mente é que o objetivo do mindfulness é que a nossa mente se concentre no momento presente, parando de pensar no passado ou no futuro.

Além disso, existem certos componentes do mindfulness que pode querer saber antes de iniciar a sua prática. O mindfulness envolve:

  • Ser consciente do que ocorre no aqui e ag
  • Observar o que aparece na nossa mente como um conteúdo que muda de forma constante.
  • Permitir e aceitar que os pensamentos sejam como são.
  • Não julgar esses pensamentos que aparece na nossa mente e abster-se de realizar avaliações sobre estes.
  • Experimentar mediante uma atitude curiosa e uma mente aberta, recebendo as sensações presentes com
  • Dispor de uma atitude de bondade amável e amorosa perante o objeto observado.
  • Soltar, deixando as coisas fluir sem as reter.
  • Ser paciente.
  • Ter confiança em si mesmo, na própria intuição e na sabedoria e nos próprios

Como o praticar

Embora sejamos apenas especialistas em descanso, criamos uma série de diretrizes que o podem ajudar a adormecer através do mindfulness. Esperamos que o ajudem! Mas se não, pode sempre consultar um profissional sobre as diretrizes mais elaboradas.

  1. Em primeiro lugar, comece respirando lentamente. Cada inspiração pode durar cerca de 6 segundos, tentando expirar mais lentamente. Para permitir que o ar flua pelo nosso corpo sem esforço, é melhor inspirar pelo nariz e expirar pela boca. É importante, neste momento, prestar atenção à nossa respiração.
  2. Ao libertar o ar, permite que as coisas más vão com ele. As preocupações dissipam-se e os pensamentos diluem. Quando a mente divagar, volte a prestar atenção na respiração. Concentre-se no momento presente.
  3. Observe a sua respiração e concentre-se em como o ar entra e sai pelas narinas e entra nos pulmões. Repita várias vezes até se sentir mais relaxado, durante cerca de 5 ou 10 minutos.
  4. Depois, se surgirem pensamentos “intrusivos” ou emoções confusas, tente manter uma atitude neutra em relação a estes.

Como pode ver, usar o mindfulness para dormir pode ser de grande ajuda se você tiver dificuldade para dormir regularmente. Em qualquer caso, se o nosso conselho não ajudou, não hesite em consultar um profissional de saúde!