De onde vem o de contar carneiros para dormir?

Nov 18, 2021 | INFORMAMOS-TE | 0 comments

De certeza que já ouviu alguma vez isso de contar carneiros para dormir. Aliás, certamente que em algum momento da sua vida, já o tentou fazer também. Mas, donde vem este costume? Em que momento começamos a contar carneiros, para adormecer mais rápido?

Trata-se de uma prática que já tem os seus anos de antiguidade, mas que todos conhecemos, de uma forma, ou outra. Ao que parece, não existe uma origem demasiado evidente, no que a esta ação diz respeito, mas, como em todos os hábitos populares, existem várias especulações a seu respeito.

De onde provém o de contar carneiros para dormir?

São muitas as teorias que apontam para as origens deste costume. Uma das lendas que se conhecem a esse respeito tem a ver com os pastores da Grã-Bretanha medieval. Ao que parece, se os pastores usavam terras de pastagem comuns, estavam obrigados a fazer uma contagem das suas ovelhas todas as noites. Assim, antes de dormir, os pastores dedicavam-se a contar as suas ovelhas, para se assegurar de que todas estavam contabilizadas.

No entanto, conhece-se outra lenda, cuja origem data de muito tempo antes. Mais concretamente, esta pequena história pôde ver-se recolhida num livro de fábulas chamado “Disciplina Clericalis”, que data do século XII.

Este livro sugere que contar carneiros já era um costume conhecido na cultura islâmica, desde há vários séculos. Nesta lenda, um fabulista dedicava-se a contar todas as noites histórias ao seu rei, para que este pudesse adormecer mais facilmente.

Porém, segundo reza a história, o rei sofria com insónias, pelo que, cada noite, tinha mais dificuldades em adormecer, e demorava mais tempo para o conseguir. Isto obrigava o narrador a prolongar os seus relatos cada vez mais. Inteligentemente, ocorreu-lhe um conto em que um pastor tinha adquirido bastantes ovelhas, que devia passar de uma margem do rio para a outra, e apenas uma de cada vez.

Assim, o relato prolongava-se até que o rei fosse capaz de adormecer, enquanto o narrador contava como passavam as ovelhas, uma de cada vez. Ante o seu êxito, esta lenda começou a tornar-se popular e, como sucedia naqueles tempos, de boca em boca, acabou por chegar até aos nossos dias, na forma de costume popular utilizado para induzir o sono.

contar carneiros para dormir

Esta técnica realmente funciona?

Agora já sabemos a sua origem, mas… O que sabemos sobre a eficácia desta técnica? Funciona realmente?

Ainda que tudo dependa de cada pessoa, e haverá gente com quem esta técnica irá funcionar mais, e outros com quem irá funcionar menos, o certo é que este costume de contar carneiros não parece ter demasiada utilidade. Segundo explica Hilary Thompson, consultora de saúde e bem-estar da SleepTrain, “envolver o cérebro numa tarefa relaxante e repetitiva abranda a mente, e evita que os nossos pensamentos stressantes e acelerados se apoderem de nós”.

No entanto, aponta a profissional, “contar carneiros não é uma dessas tarefas úteis. Investigadores da Universidade de Oxford colocaram essa hipótese à prova, e descobriram que os sujeitos que se imaginavam em cascatas ou rios podiam adormecer muito mais rápido”.

Alternativas para adormecer

Contar carneiros pode não ser muito útil na hora de adormecer. Pode procurar algumas técnicas alternativas, que sirvam de ajuda para poder adormecer mais facilmente. Em concreto, algumas técnicas de respiração poderiam ser bastante úteis, tal como explicam profissionais como Elizabeth Trattner, Doutorada em Medicina Chinesa e Práticas Integrativas.

A doutora explica uma das técnicas que considera mais útil: “Inalar pelo nariz enquanto conta até 4, manter até contar até 7, e fazer um som semelhante a um apito enquanto conta até 8”. Segundo a doutora, esta técnica pode acalmar e abrandar o corpo, e reduzir, tanto o stress, como a ansiedade.

Ainda assim, como é evidente, esta técnica pode não funcionar no seu caso. Há que ter em conta que nem todas as técnicas são válidas para todas as pessoas, pelo que o mais recomendável é que consulte com o seu médico, ou com outro profissional de saúde, no caso de sofrer de insónias.

É que as alternativas para adormecer, quando as nossas insónias não são patológicas, são muito variadas. Uma delas pode ser, por exemplo, ler. A leitura é uma das técnicas mais recomendadas para adormecer que existe. Permite-nos desviar a atenção dos nossos pensamentos e, com isso, conseguir ajudar-nos a relaxar mais rapidamente.

Outra alternativa a contar carneiros poderia ser realizar exercício físico. Esta prática é um dos pilares fundamentais para manter a nossa saúde, além de aumentar o nosso cansaço físico.

Em qualquer caso, e como já deve saber, é vital que disponha de um bom conjunto de descanso, para poder descansar adequadamente. Outros hábitos que podem ajudar são manter um horário de sono regular e constante, assim como um horário habitual para as refeições.