Como evitar a boca pastosa pela manhã

Fev 20, 2021 | INFORMAMOS-TE

Certamente já aconteceu consigo: acorda a meio da noite com a boca muito seca, ou acorda de manhã com a sensação de estar com a boca pastosa. É uma sensação comum entre grande parte da população, pois pode ocorrer por diversos motivos.

Mas, o que acontece quando temos a sensação de estar com a boca pastosa todas as manhãs? Este pode ser um problema que gera desconforto tanto para quem sofre como para quem tem que conviver com essa pessoa. Mas porque acontece? Isto pode ser evitado?

A boca pastosa ou boca seca

As glândulas salivares produzem saliva, o que permite que a boca se mantenha saudável. Esta humedece e decompõe os alimentos, ajuda a engolir e limpa os dentes e as gengivas dos alimentos. Além disso, a saliva contém minerais como fosfato e cálcio que ajudam a manter os dentes fortes e a combater as cáries.

Como dissemos, pode acontecer a qualquer pessoa ficar com a boca seca de vez em quando. Por exemplo, é algo que pode acontecer facilmente, especialmente quando você está nervoso ou com stress. Porém, quando persiste, falamos de um problema médico.

Especificamente, quando não há saliva suficiente para manter a boca húmida, falamos de um problema chamado xerostomia. Isto pode tornar mais difícil engolir, mastigar e até mesmo falar. Além disso, ter a boca seca por muito tempo pode aumentar o risco de cáries ou infecções por fungos na boca, pois a saliva ajuda a controlar os germes prejudiciais.

Há quem possa pensar que a boca seca é uma parte normal do envelhecimento. No entanto, se isto acontece consigo diariamente, é melhor consultar um médico para saber porque isto lhe acontece.

Causas da boca pastosa

Existem várias razões pelas quais podemos ter a boca pastosa pela manhã. Aqui estão algumas causas possíveis:

  • Doenças. Algumas doenças, como a diabetes ou o HIV/Sida podem ser a causa da boca seca.
  • Efeitos secundários de alguns medicamentos. Certos medicamentos podem fazer com que as glândulas salivares produzam menos saliva. Por exemplo, aqueles que se utilizam para a pressão arterial alta, a depressão e para os de problemas de controlo da bexiga, podem causar boca seca.
  • Quimioterapia. Os medicamentos utilizados para o tratamento do cancro podem fazer com que a saliva se torne mais espessa, algo que nos fará sentir a boca pastosa.
  • Danos nos Uma lesão no pescoço, na cabeça, podem criar danos nos nervos que trabalham com as glândulas salivares.
  • Radioterapia. Ao ser exposto à radiação, as glândulas salivares podem danificar-se e pode aparecer essa sensação de boca pastosa.

Tratamento da boca pastosa

O tratamento da boca seca ou pastosa deve ser prescrito por um médico. Em qualquer caso, isto visa evitar o desconforto que este problema pode produzir.

Em concreto, uma boa higiene oral e beber água frequentemente são remédios que podem ajudá-lo a controlar este problema. Além disso, evitar o consumo de álcool e tabaco, bem como de certos alimentos, pode ser fundamental para evitar acordar com a boca pastosa pela manhã. Manter o consumo de açúcar e cafeína ao mínimo também pode ajudar a prevenir a boca seca.

Que posso fazer para evitar a boca pastosa pelas manhãs?

Há algumas medidas que podem ser tomadas para evitar a boca pastosa pela manhã. Estes são:

  • Enxaguar a boca a cada duas horas com uma solução específica (que lhe pode ser recomendada pelo seu médico ou por um profissional de saúde)
  • Tomar goles pequenos de líquidos durante as refeições para umedecer os alimentos e engolir mais facilmente, principalmente durante o jantar.
  • Ingerir a comida em pequenas porções e mastigar bem os
  • Adicionar líquidos aos alimentos sólidos.
  • Usar vaselina, bálsamos ou óleo de coco para os lábios para os manter hidratados.
  • Chupar chupas ou mascar pastilha elástica sem açúcar para estimular a saliva.
  • Evitar tomar álcool e uso de tabaco.
  • Usar um humidificador de vaporização fresca para manter o ar húmido.

Resumindo, há algumas medidas que podem ser realizadas para aliviar o problema da boca pastosa pela manhã. Em todo caso, se você é uma daquelas pessoas a quem isso acontece com frequência, recomendamos que consulte um profissional de saúde, que lhe poderá oferecer mais soluções neste aspecto.