Como comer e dormir bem este Natal?

Dez 22, 2020 | INFORMAMOS-TE

Chega o Natal e com ele os almoços, jantares e encontros familiares… Isto é, comer, comer, beber, comer, voltar a beber, comer, sobremesa, licor e ceia. Uns dias nos quais pode resultar impossível resistir aos maus hábitos que conseguimos evitar no resto do ano. Um excesso de calorias e álcool cujo primeiro desafio é o de conseguir dormir bem no Natal. Uma quimera ou algo possível?

Conselhos para que os almoços e jantares de Natal não afetem o seu descanso

Outro pedaço de bolo. Do bolo que se esqueceu o seu cunhado de levar. O décimo copo de espumante. O gin tonic com os amigos. Ainda que sejamos conscientes de tudo vai acalmar e choraremos por esses kilos a mais na nossa cintura e os efeitos que tenham a soma das celebrações calóricas no nosso corpo, é impossível e muito humano resistir aos pecados de Natal.

Por tudo isto, aglutinamos uma série de tips que não só o vão ajudar a adormecer melhor mas também a desfrutar de um descanso reparador e saudável.

Descanse nos dias que não sejam festivos:

O primeiro conselho é importante e talvez a primeira regra que devia respeitar. Ainda que associemos o Natal como esse período cada vez mais longo que pode ocupar todo o mês de dezembro e metade de janeiro, a realidade é que só há 5 dias de festas. Limite os seus excessos à véspera de Natal, dia de Natal, jantar de fim de ano e almoço de ano novo.

Não beba demasiado álcool:

É evidente que durante estas festas tendemos a beber mais álcool. Até aqui tudo é compreensível e, ainda que possa cair na tentação de associar o álcool com o sono, a realidade é bem distinta. O ideal é que limite o consumo de álcool umas 2 horas antes de ir dormir substituindo-o por água nesse período.

Mantenha uma dieta saudável todos os dias prévios às festas

Tal como dissemos no primeiro ponto, os dias festivos quase se contam pelos dedos de uma mão. Todos os restantes foram inventados por nós porque adoramos socializar e estar com amigos e familiares. Não obstante, é importante que não caia nessa tentação e não comer em excesso alimentos carregados de açúcar e pouco saudáveis durante os períodos anteriores. O ideal é que baseie a sua alimentação em verduras, hortaliças, frutas, cereais integrais e legumes.

As verduras depurativas são os seus melhores aliados

Associado com o anterior é tão importante que temos que reforçá-lo. Manter uma dieta de verduras depurativas nos dias prévios vai ajudar-nos a preparar o nosso organismo para a festa e os excessos. Alcachofras, aspargos, alho-francês, cebola, aipo, ananás ou kiwi são a resposta perante o desfasamento.

Evite a cafeína

Se a todos os maus hábitos alimentares e ao consumo de álcool juntamos refrescos, excesso de café e muito chá, o resultado é a insónia. Substitua estes elementos por outros como infusões naturais e leite morno.

Seja regular nos horários das suas refeições

Não caia na tentação de não comer nada durante o dia porque essa noite tem um jantar de empresa ou a própria véspera de Natal. Isso de “poupar calorias” acaba por ser mais prejudicial do que comer um almoço saudável e equilibrado.

Ainda que pareça impossível, não se sacie

Desfrutar de refeições abundantes e encher o prato com toda a comida que há na mesa é típico, mas é o mais prejudicial que existe. Ninguém o proíbe de provar os milhares de aperitivos que se prepararam, mas na brevidade está a perfeição.