Colchão de água: Os problemas da gravidade zero

Mai 29, 2021 | INFORMAMOS-TE

Os colchões de água tiveram o seu momento de expansão nas décadas de 70 e 80, tornando-se num produto da moda principalmente nos Estados Unidos. A verdade é que este boom não durou muito tempo e atualmente poucas pessoas optam por dormir neste tipo de cama.

Relatamos alguns dos problemas mais comuns de dormir em colchões de água e os riscos que podemos correr ao adquirir este tipo de colchão como equipamento de descanso para o seu dia a dia.

Problemas por dormir em colchões de água

1. Problemas de ausência de gravidade

Ainda que um colchão de água não crie exatamente um estado de ausência gravidade durante o sono, ele pode causar alguns problemas relacionados com isso.

Aparentemente, algumas pessoas podem não se adaptar adequadamente ao colchão de água devido à sensação de estarem a cair. Quem não acordou já com a sensação de que vamos cair? Esta sensação é conhecida como espasmo hípnico e é um fenómeno normal e natural. No entanto, pode ser uma experiência um tanto desconcertante e aterrorizante. É possível que as camas de água agravem essa sensação em algumas pessoas, causando despertares noturnos involuntários. Além disso, a possível perda de massa muscular também está a ser estudada ao dormir em estado de aparente ausência gravidade, semelhante ao que acontece com os astronautas no espaço.

2. Problemas ao dormir em casal

As camas de água não são particularmente recomendadas para quem dorme a dois. Pois quando uma das pessoas se move, essa ação afeta a outra que está a dormir e pode interromper o seu sono. Neste sentido não há grande independência de leitos.

Além disso, no caso de dormir com outra pessoa, os problemas de equilíbrio e estabilidade aumentam se houver uma grande diferença entre o peso de ambos. Isto pode fazer com que um dos dois afunde mais e o outro caia em direção ao centro da cama.

3. Manter a temperatura da água

Além do dinheiro do colchão de água, temos que ter em consideração o gasto que supõe ter sempre a água à temperatura ideal, à volta de 30º. É que os colchões de água costumam incorporar um regulador de temperatura para que você não sinta que está a dormir num colchão insuflável no meio do rio.

Como consequência, sua conta de eletricidade provavelmente vai aumentar significativamente todos os meses. Isto é algo que deve ser avaliado antes de comprar este tipo de colchão.

4. Problemas de barulho

Ao dormir num colchão de água costuma gerar inúmeros ruídos devido ao movimento da água no seu interior.

5. Requerem manutenção

A maioria dessas camas requerem uma manutenção contínua e cuidados especiais em comparação com um colchão convencional. Para a limpeza do seu interior, costuma-se utilizar um líquido especial anti-algas.

No entanto, este tipo de cuidados podem fazer com que o preço dos colchões aumente um pouco e que a sua manutenção seja mais cara. Por fim, é preciso dizer que a vida média destes colchões é bastante baixa, à volta de 5 anos dependendo dos modelos.

6. Há risco de se furar

Embora estes tipos de camas tendam a ser cada vez mais resistentes, existe sempre o risco de perfuração. Portanto, deve ter um cuidado especial e nunca usar objetos pontiagudos ou fumar perto da cama. Neste sentido, é aconselhável ter um kit de reparação de furos, caso a cama sofra uma pequena perfuração ou esvaziamento.

7. Têm um peso elevado

Também deve saber que este tipo de cama pesa mais do que as convencionais. Por isso, é necessário ter claro onde colocar o colchão, pois se o quiser deslocar terá que ser esvaziado e voltar a ser enchido.

Para finalizar, na Maxcolchon recomendamos um colchão mais estável pelos motivos que comentamos. É que cada vez mais pesquisas estão a ser feitas sobre a tecnologia do descanso e em novos materiais para oferecer um descanso que se ajusta a cada pessoa. Materiais como o látex, a viscoelástica ou molas ensacadas evoluíram nos últimos anos para garantir um suporte corporal ideal e eliminar qualquer ponto de pressão.

Visite o nosso catálogo online para ver a ampla gama de colchões que oferecemos. Não vendemos apenas colchões, também os fabricamos! Por isso sabemos que há um colchão específico para cada tipo de utilizador. E você, sabe qual é o seu?