Chega a primavera, é possível dormir bem com alergias?

Abr 22, 2022 | SAÚDE, CURIOSIDADES | 0 comments

Já deve ter notado. Desde o passado dia 21 de março que estamos na primavera. Tempo de flores, mudança da hora, dias mais longos, e maior presença da luz diurna. Mas, por outro lado, é também sinónimo de pólen no ambiente, irritação nos olhos, espirros aleatórios, asmas, e pequenas vermelhidões na pele. Em definitivo, época de alergias e de, quiçá, não conseguir dormir tão tranquilamente. Ou sim? Analisamos os mitos e as realidades sobre se é possível dormir bem com alergias. 

O descanso primaveril VS alergias 

Começamos forte. Segundo determinam os dados da Sociedade Espanhola de Alergologia e Imunologia Clínica (SEAIC na sua sigla), mais de oito milhões de espanhóis sofrem doenças alérgicas promovidas por pólenes. Oito milhões!

Segundo as mesmas fontes, destes oito milhões de pessoas, sete milhões sofrem alergias a gramíneas. Depois deste significativo número de alérgicos, encontram-se por ordem decrescente aqueles que sofrem alergia às oliveiras, ao cipreste, ao plátano, à salsola e à parietária. 

Todas estas categorias alérgicas ganham força na primavera. E fazem-no através de sintomas anteriormente enumerados: asma, irritação dos olhos, mucosidade, espirros, eczemas na pele…

Em definitivo, uma sintomatologia tão apegada à primavera, que nos pode fazer cair no erro de associá-la apenas ao contacto com plantas, árvores, flores e ambiente de rua em geral. Mas, ainda que a presença do pólen seja muito maior nas primeiras horas da manhã, também podemos cair em alergias ao final do dia. Mesmo antes de irmos dormir. 

Após um longo dia de vida familiar, projetos, estudos e trabalho, chegamos à cama não só cansados, mas também prisioneiros dos sintomas próprios da alergia. Um terreno bastante fértil, e muito potenciado pela medicação para as alergias, algo que pode chegar a provocar uma exaustão massiva do nosso corpo.

A influência dos ácaros no seu conjunto de descanso 

Os ácaros são umas substâncias nocivas que habitam graças ao pó doméstico, e que se alimentam das escamas humanas ou animais. Se a média normal determina que uma casa de tamanho médio (uns 80 metros quadrados) pode acumular até quatro quilos de pó ao ano, os níveis de ácaros são incontáveis. 

Se é certo que os ácaros por si mesmos são bastante inofensivos, o que, sim, nos pode trazer consequências são os excrementos que estes microscópicos aracnídeos geram. Estas substâncias contêm altos níveis de proteínas alérgicas, pelo que é importante manter medidas higiénicas nos lugares onde mais podem aparecer: na cama. 

Para combater o aparecimento destas substâncias pouco saudáveis, é necessário realizar limpeza profunda. Tanto no nosso lar em geral, como no quarto, muito em particular. 

Na Maxcolchon recomendamos, além da limpeza em si, o uso da Capa Dupla de Tencel, para cobrir e proteger o colchão. Com ela, iremos melhorar o contacto com o usuário, através da camada superior, e com a inferior conseguiremos dotar de impermeabilidade o colchão, melhorando assim a sua higiene.

Outras medidas que nos vão ajudar a descansar melhor, apesar de sofrer de alergias 

É possível que não possamos erradicar as substâncias que provocam as nossas alergias, mas sim estabelecer uma série de passos, truques, ou simples conselhos que nos ajudem a conviver com elas (e poder dormir com tranquilidade). Desde atos tão quotidianos, como descalçar-se cada vez que regressa da rua e colocar calçado limpo, a aspirar o colchão uma vez ao mês. 

Se colocarmos o foco principalmente na cama, para assim melhorar o nosso descanso, o primeiro que devemos aprender é a importância de substituir a roupa de cama de maneira frequente. A ser possível, uma vez por mês. Com isso, iremos combater as substâncias nocivas que se agarram às fibras têxteis, e poderemos diminuir os níveis de ácaros, pólen, e pó em geral. 

Fechar as janelas, livrar-se de tapetes e passadeiras, limpar muito frequentemente as cortinas, ou tomar um duche com água quente que vaporize os nossos poros, são outras ações que irão ajudar a lutar contra as alergias primaveris, o que nos levará a uma melhor higiene do sono.