Cefaleias hípnicas: Despertar-se com dor de cabeça

Dez 4, 2021 | PERTURBAÇOES DO SONO, SAÚDE | 0 comments

É dessas pessoas que se desperta com dor de cabeça? É algo comum em certa parte da população, e pode surgir por várias razões.

Por vezes acontece que as cefaleias são um sintoma secundário a um transtorno do sono. De fato, parece que cerca de 75% das pessoas que sofrem de narcolepsia, também sofrem cefaleia em salvas, ou enxaqueca. Estas costumam dar-se na transição entre a fase REM, e o resto de fases do sono.

Por sua vez, a cefaleia hípnica costuma acontecer principalmente nas sestas diurnas, ou pela noite, ainda que também é possível que apareçam imediatamente depois de acordar, aparecendo essa sensação de dor de cabeça ao despertar. Se para si é comum despertar-se com dor de cabeça, é possível que sofra de cefaleias hípnicas.

Cefaleias hípnicas: o que são?

A cefaleia hípnica é uma cefaleia primária pouco frequente. Regra geral, parece que afeta principalmente a pessoas com mais de cinquenta anos, ainda que também possa aparecer em idades mais jovens.

Quando aparece esta cefaleia, a dor interrompe o sono de quem a sofre, e pode ser uma dor moderada ou grave. Tem tendência a ser persistente: em geral, dura entre uns 30 e uns 180 minutos. Ainda que partilhe algumas características com a enxaqueca, como a sensação de náusea, o certo é que costuma ser algo não muito específico. Quando é de aparição recente, é importante descartar uma causa secundária.

O perfil clínico deste tipo de cefaleia aponta a que é uma dor de cabeça que costuma começar em idades avançadas, e caracteriza-se por dores recorrentes, que aparecem durante o sono, e que provocam o despertar de quem as sofre. Por vezes, este despertar coincide com o sono REM.

Geralmente, as causas pelas quais se produz este tipo de cefaleia são ainda desconhecidas, ainda que se considere que está relacionada com alterações do sono REM, e/ou com o ciclo da melatonina, uma hormona implicada nos processos de sono. Além do mais, parece que tem por hábito afetar mais às mulheres do que aos homens.

Cefaleias hípnicas: Despertar-se com dor de cabeça

Como se trata este tipo de cefaleia?

A cefaleia hípnica costuma ter um tratamento concreto. De fato, as opções terapêuticas com maior evidência científica são a cafeína e a indometacina. Por outro lado, o lítio também pode ser um tratamento útil neste tipo de cefaleias, mas em qualquer caso, este tipo de tratamento deverá ser definido por um médico.

E é que o tratamento para as dores de cabeça noturnas varia em função do tipo de dor, assim como das causas que provoquem esta moléstia. Neste sentido, o médico pode recomendar certos medicamentos para paliar as dores, assim como para evitar possíveis futuros episódios.

Conselhos para tentar prevenir a cefaleia

Se é certo que as causas da cefaleia hípnica não ficam demasiado claras, parece que são meramente fisiológicas. De todas as formas, há certos conselhos que se podem levar a cabo, para prevenir as cefaleias em geral:

  • Tentar não abusar dos fármacos. O seu consumo indiscriminado pode ter um efeito negativo na dor de cabeça, e torná-la ainda mais comum.
  • Evitar a automedicação. Antes de tomar qualquer medicamento para evitar despertar-se com dor de cabeça, é fundamental consultar com um médico.
  • Tentar controlar os possíveis gatilhos da dor, tentando controlar fatores como o stress, o descanso, a alimentação, o exercício…
  • Tomar os medicamentos receitados pelo médico, nas doses recomendadas pelo profissional.

Como vê, despertar-se subitamente com dor de cabeça pode ser um sinal de padecer de cefaleia hípnica. Em qualquer caso, recomendamos-lhe que se consulte com o seu médico acerca dos seus sintomas, para que um profissional de saúde possa levar a cabo um diagnóstico mais ajustado.