As consequências de dormir num mau colchão

Mar 8, 2022 | SAÚDE, PERTURBAÇOES DO SONO | 0 comments

Existem tantas razões pelas quais não deve dormir num mau colchão, como consequências sobre o nosso estado de ânimo, a saúde, a forma física, a prevenção de certas doenças, ou incluso a vida social. Mas, se ainda precisa que aprofundemos esses motivos, aqui vão um bom punhado de motivos pelos quais não deve dormir num mau colchão.

6 razões pelas quais deve evitar um colchão de pouca qualidade 

1. Prejudica o nosso estado físico, e coloca em perigo a nossa saúde

Começamos pelo motivo fundamental, e o motivo que, imaginamos, ninguém no seu perfeito juízo iria negligenciar. Dormir num colchão de má qualidade põe em perigo a nossa saúde.

Já sabemos que dormir é fundamental para fortalecer, desde o nosso sistema imunológico, até ao cardiovascular, pelo que é importante conseguir fazer isso mesmo. Caso isso não aconteça, e tenha uma má higiene de sono, isso será sinónimo de sofrer com excesso de peso, enfermidades cardiovasculares, diabetes, aumento da pressão arterial, problemas cardíacos, alterações hormonais, moléstias físicas, e lesões em cervicais, pescoço ou costas. 

Dormir num colchão de má qualidade é equivalente a contrair gripes, resfriados, transtornos do sono, ou um aumento do envelhecimento. 

2. Dormir num mau colchão afeta a saúde mental em geral

Começamos pela saúde mais associada ao estado físico, mas dormir num colchão de pouca qualidade, e perder higiene de sono, pode afetar muito antes a nossa mente. 

Se iniciamos pelo mais simples e imediato, uma péssima noite de sono faz-nos levantar com um mau humor que provoca que não suportemos ninguém. Se essa única noite for multiplicada por muitas, o que vamos conseguir é uma deterioração do nosso estado de ânimo. 

Para além do humor, perpetuar uma má higiene de sono vai acabar por derivar em infelicidade, transtornos do sono, ansiedade, stress, insónias, problemas na hora de controlar a raiva e, o pior de tudo, problemas mentais. 

Não é nenhuma loucura associar o dormir mal com uma perda severa das funções cognitivas. E prolongar esse problema no tempo durante meses, acabará por provocar perda de memória, falta de concentração, e deterioramento da capacidade psicomotora. E, ainda pior, uma depressão que pode levar ao suicídio. 

3. Deterioração das relações sociais e do rendimento laboral

Sim, começamos forte, e com a artilharia pesada. Mas é importante que conheça os perigos que se podem esconder por trás de uma decisão tão quotidiana, como a negligência na hora de adquirir um colchão. Poupar umas centenas de euros no lugar onde vai descansar e passar um terço da sua vida, corresponde a uma deterioração gradual do estado físico e mental. 

O conjunto de ambas as coisas costuma ser o motor que nos leva a ter uma vida social, saudável e laboral. Portanto, a perda de tudo isso significará que a vida familiar, social e laboral vão ser afetadas negativamente

4. Dormir num mau colchão é perder higiene

Se continuarmos com esta espécie de pirâmide negativa, encontramos que uma má escolha de colchão acabará por provocar uma pior higiene. Quer dizer, qualquer modelo cuja composição (material ou tecidos) não ofereça uma garantia higiénica, será sinónimo de dormir acompanhado de ácaros, bactérias, mofo, e restantes substâncias nocivas. Traduzido para a nossa saúde: aparecimento de alergias e doenças de pele. 

5. Um colchão com pouca qualidade vai-lhe durar menos tempo 

Costuma-se dizer que “menos é mais”. Mas, no caso de poupar um dinheiro com o colchão, o significado desta expressão vai funcionar ao contrário. Gastar agora menos euros na aquisição de um colchão, vai-se transformar em gastar outra quantidade em pouco tempo. Os modelos económicos, que não garantem as prestações mínimas, oferecem poucos anos de vida. Obviamente, o seu deterioramento é inversamente proporcional ao pouco que nos possa ter custado. 

6. Não vai conseguir dormir bem

E acabamos com um ponto básico, que deveria ser o principal, na hora de comprar um novo colchão: a ideia é que nos proporcione noites tranquilas e confortáveis. 

Qualquer modelo de fraca qualidade não vai oferecer qualidade alguma, nem um descanso acolhedor, e nem os níveis de adaptabilidade, firmeza ou respirabilidade necessários. Isso vai corresponder a menos conforto, higiene do sono, e saúde.