Almofadas- O que deve saber para escolher a sua

Mai 19, 2021 | INFORMAMOS-TE

Algo tão simples como escolher bem uma almofada pode determinar, em grande parte, a nossa qualidade de sono e como nos sentimos todas as manhãs ao acordar. No entanto, a escolha pode muitas vezes ser complicada devido à grande variedade de modelos no mercado.

O pescoço é uma das áreas mais sensíveis do corpo e acumula uma grande tensão durante o dia, pois a cabeça é a parte do corpo que mais pesa. Uma boa almofada deve adaptar-se à postura de dormir e aos hábitos de sono de cada pessoa. Desta forma, evitamos dores no pescoço e problemas musculares. Quer saber como escolher a sua?

O que deve saber antes de comprar a sua almofada?

O objetivo de usar uma almofada é manter a cabeça numa posição de alinhamento neutro (sem estar dobrada para frente ou para trás). Para isso, a espessura da almofada é importante. Se a sua almofada for muito alta, isso pode fazer com que os músculos do pescoço se estiquem e a coluna se curve na parte superior. Ao dormir com o pescoço muito alto, ele fica rígido e é possível que, ao acordar, sinta dores cervicais.

Sabia que uma almofada mal indicada pode interferir no aparecimento de ronco? Esses ruídos irritantes podem não só interromper o seu sono, mas também o das pessoas ao seu redor. Pois uma almofada muito baixa pode fazer com que os músculos do pescoço afundem, obstruindo as vias respiratórias.

Por outro lado, há quem acredite que uma boa opção de descanso seja dormir sem almofada, porém não é a mais recomendada. Dormir sem almofada pode causar desde torcicolo a lesões nos discos vertebrais e nas raízes dos nervos cervicais. Isto deve-se à adoção de posições excessivamente ásperas para os músculos do pescoço.

Como escolho a minha almofada?

Recomenda-se que uma pessoa com boa saúde escolha uma almofada de consistência média, embora a escolha da almofada dependa principalmente da posição em que se dorme.

Assim já sabe: em primeiro lugar, identifique a sua posição principal durante o sono, pois os pontos de pressão variam de acordo com as diferentes posturas. Uma almofada adequada deve acomodar os pontos de pressão e permitir uma curvatura natural da coluna. Em segundo lugar, escolha o material da almofada com base na sua postura de dormir. Damos-lhe algumas pistas!

As melhores almofadas para quem dorme de lado

Para aqueles que dormem de lado, é melhor escolher uma almofada de apoio firme ou médio. Estas almofadas proporcionam altura, ao mesmo tempo que apoiam a nossa cabeça e pescoço, garantindo um alinhamento ideal da coluna.

Também vale a pena considerar almofadas com apoio adicional para o pescoço, portanto, a espuma viscoelástica pode ser uma boa opção. A propriedade mais característica que a viscoelástica oferece é que o material recupera lentamente a sua forma original, devido ao efeito memória.

As melhores almofadas para quem dorme de barriga para baixo

Neste caso, o ideal é usar uma almofada fina, pois quanto mais plana for, menos inclinados ficam a cabeça e o pescoço. Os enchimentos naturais como penas e penugem ou enchimentos de fibra oca cardada são a melhor opção neste sentido.

Por último a respirabilidade da almofada é algo que também devemos ter em consideração. Ao dormir de barriga para baixo, é mais provável que gere e retenha mais calor na almofada e na cama devido à respiração. Portanto, é aconselhável optar por almofadas altamente respiráveis ​​e hipoalergénicas.

As melhores almofadas para quem dorme de barriga para cima

Recomenda-se uma almofada de suporte médio para quem dorme de barriga para cima, por isso, se for este o caso, pode considerar os recheios de microfibra e fibra oca. Estas almofadas destacam-se pela maciez e flexibilidade, além de apresentarem laterais mais profundas que proporcionam plenitude até a borda. Além disso, sendo feitos com um enchimento de microfibra de poliéster macio, assemelham-se ao toque de penugem. Com a sua utilização evitaremos também qualquer possibilidade de reação alérgica.

Almofadas cervicais

Estas almofadas, com formas e designs ergonómicos, têm como finalidade melhorar a qualidade do sono e reduzir a rigidez entre o pescoço e os ombros. A região cervical muitas vezes pode estar carregada, seja porque passamos muitas horas no computador, a conduzir ou a trabalhar de pé. Estas almofadas tratam de aliviar a tensão muscular e corrigir a postura ao dormir.

Por último, é importante não alargar a vida útil de uma almofada, uma vez que, tal como os colchões, com o uso contínuo, perdem o desempenho com que foram projetados. Esperamos que estas recomendações tenham sido úteis para si e que descanse como merece.